14 de jul de 2014

Eu estou doente


Não sonho mais, não fumo mais, já nem sequer tenho histórias. Sou sujo sem você. Sou feio sem você. Como um órfão num dormitório, não tenho mais vontade de viver a minha vida. Minha vida pára quando você parte. Eu não tenho mais vida, e até a minha cama, se transforma num cais, quando você se vai.

Estou doente, completamente doente, como quando a minha mãe saía à noite, e me deixava sozinho com meu desespero. Estou doente, perfeitamente doente. Você chega, nunca se sabe quando. Você parte, não se sabe nunca para onde. E já vai fazer dois anos que você não dá a mínima!

Como um rochedo, como um pecado, eu estou agarrado a ti. Estou cansado, estou exausto, de aparentar felicidade quando eles estão aqui. Eu bebo todas as noites, mas todos os whiskies para mim tem o mesmo sabor. E todos os navios levam tua bandeira. Não sei mais para onde ir, você está em todo lugar.

Verto o meu sangue em teu corpo, e sou como um pássaro morto, enquanto você dorme. Você me privou de todos os meus cantos. Você me esvaziou de todas as minhas palavras; no entanto, eu tinha talento antes da tua pele,

Esse amor me mata. Se continuar assim, vou morrer sozinho... comigo, perto do meu rádio, como uma criança idiota, ouvindo minha própria voz que cantará.

É isso! Estou doente! Você me privou de todos os meus cantos. Você me esvaziou de todas as minhas palavras. E eu tenho o coração completamente doente cercado de barricadas. Está ouvindo? Estou doente...

28 de jun de 2013

Ele se foi de mim


Ele se foi com o sol, sem falar, sem um adeus. Não lembro sua cara nem sua voz. Ele se foi com timidez, com a luz do anoitecer; agora sei que eu não lhe soube compreender. Ele se foi sem avisar, não pude acompanhar a seu momento com a escuridão. Eu não sei se ele precisou de mim, se ao final me perdoou; só sei que ele já não está.


Ele se foi tão normal. Uma tarde, um dia mais; tão fugaz que não lhe pude perdoar. Me olhou, sorriu; como iria eu saber que talvez seu sorriso era um adeus? Ele se foi tão natural; como o rio ao mar se vai, ele se foi de mim daqui para a eternidade. Não sei se ele precisou de mim, se sentiu minha falta; só sei que ele já não está. E o que é pior: ele não voltará.

Eu não te roubei nada


Não estou me alimentando de algo seu. Por um pouco de bom gosto e de orgulho, seu dever é me ignorar e ficar calada. Não te roubei nada, nem eu delinquente nem você despojada. Há tempos já havia um curto-circuito, era uma guerra incessante, um maldito e ingrato modo de viver. Por favor, evite todo o comentário; o amor é uma flor que se rega todo dia. Há tempos não nos amávamos, e nem de brincadeira nos falávamos.

28 de dez de 2012

Como seria o nosso amor?


Eu fico aqui pensando: como será que seria o nosso amor se fosse mais que amizade? Eu acho que seria surpreendente, pois mesmo sendo amigos, nós nos amamos muito e sabemos quase todas as intimidades um do outro. Eu gostaria de te ter ao meu lado mais do que apenas um amigo que tenho muito amor. Eu penso que seríamos bem felizes juntos, já que nos entendemos tanto; nos damos super bem um com o outro. Mas é triste saber que não passará apenas de amizade. Como eu queria poder te amar mais do que um amigo. Meu coração está tão solitário e desejando carinho, mas não qualquer carinho; ele quer o seu carinho. Já conversei com ele, já disse que há outros amores para ele, mas ele insiste em querer você, cada dia mais. Ao me deitar eu posso ouvir meu coração chamar o seu nome bem baixinho. Ele te quer perto, e eu também quero. Eu sinto sua falta, todos os dias; desde quando me levanto até quando me deito. Essa necessidade de você só vem aumentando em mim. No dia em que você me disser que tem outra, eu acho que não vou aguentar. E então, "aqui jaz um amor puro de um amigo verdadeiro".

4 de dez de 2012

Senhor, meu Deus


Pai bondoso, busco-O com esperança de que o seu amor seja capaz de acalmar-me agora.
Busco o colo e o aconchego de quem me conhece desde sempre e sabe bem os motivos das minhas dores e do meu desespero.
Pai de justiça e de amor envolva meu coração dolorido em Seu afeto infinito, para que meu desânimo arrefeça e que eu não desista da luta.
Ampare-me em seus braços, dando-me a certeza de que jamais estarei sozinho, mesmo quando o silêncio for meu único companheiro e a estrada da vida me parecer deserta.
Dá-me forças e coragem para seguir meu caminho, por mais duras que sejam as provas e por mais distantes que meus amores possam estar de meus olhos.
Peço, Senhor, que suas palavras ecoem em minha intimidade, guiando meus passos e curando as feridas que sangram em minha alma.
Feridas causadas por minha incúria, por meu egoísmo e pela minha falta de capacidade de perdoar.
Envolva-me em um abraço afetuoso, capaz de estancar essas lágrimas que insistem em rolar de meus olhos e de molhar minha face.
Não pretendo que o sofrimento que ora vivo seja simplesmente arrancado de meus dias.
Se ele está presente em mim hoje é porque o semeei no passado, bem sei.
Peço apenas humildemente, Senhor, para suportá-lo com dignidade.
Peço que me auxilie a me manter em pé, nesses momentos tão duros, em que sinto os joelhos cedendo ao peso do cansaço e do desalento.
Não permita, pai, que a tristeza tome, de vez, conta de meu pensamento, impedindo-me de ver com clareza e de acreditar no amanhã.
Não deixe, Senhor, que o remorso e o arrependimento pelos meus erros sejam desculpa para novos deslizes e maiores enganos.
Fortaleça meu desejo de suportar as dificuldades que me possibilitarão ser uma criatura melhor, um dia.
Que a paixão seja alavanca de progresso e não mais motivação para novos equívocos.
Ajude-me, Senhor, a trilhar o caminho do bem, por mais estreita que seja a sua porta, por mais pesado que seja o meu fardo.
Que a revolta e o desespero não preencham meus dias e nem povoem minhas noites.
Ilumine, com a sua verdade, Senhor, meus atos e minhas palavras.
Pois, sinto-me tão só e tão perdido, nesse mundo de desterro e de exílio, onde a felicidade é fugaz e passageira.
Somente a certeza da sua presença constante em minha existência pode me trazer a paz e o conforto que meu espírito infeliz tanto almeja.
Abra meus olhos para as verdades eternas da vida e conceda-me a graça de confiar sempre, sem hesitação e sem esmorecimento.
Auxilia-me, Pai bondoso, para que eu possa seguir em frente, de uma vez por todas, deixando para trás meu passado equivocado, construindo, a partir de hoje, bases de amor e de felicidade para o futuro.

15 de out de 2012

Os 10 Mandamentos da Boa Convivência


I – Tenha controle de sua língua. Sempre diga menos do que pensa. Cultive uma voz baixa e suave. A maneira como se fala muitas vezes impressiona muito mais do que aquilo que se fala.

II – Pense antes de fazer uma promessa e depois não dê importância ao quanto lhe custa.

III – Nunca deixe passar uma oportunidade para dizer uma coisa meiga e animadora a uma p
essoa ou a respeito dela.

IV – Tenha interesse nos outros, em suas ocupações, seu bem-estar, seus lares e famílias. Seja alegre com os que riem e lamente com os que choram. Deixe cada pessoa com quem encontra, sentir que você lhe dispensa importância e atenção.

V – Seja alegre. Conserve para cima os cantos da boca. Esconda as suas dores, seus desapontamentos e inquietações sob um sorriso. Ria de histórias boas e aprenda a contá-las.

VI – Conserve a mente aberta para todas as questões da discussão. Investigue, mas não argumente. É marca de ser superior… discordar e ainda conservar a amizade.

VII – Deixa as suas virtudes falarem por si mesmo e recuse a falar das faltas e fraquezas dos outros. Desencoraje murmúrios. Faça uma regra de falar coisas boas aos outros.

VIII – Tenha cuidado com os sentimentos dos outros. Gracejos e humor não valem a pena e frequentemente magoam quando menos se espera.

IX – Não faça caso das observações más a seu respeito. Só viva de modo que ninguém acredite nelas. Nervosismo e indigestão são causas comuns para maledicência.

X – Não seja tão ansioso a respeito de seus direitos. Trabalhe, tenha paciência, conserve seu temperamento calmo, esqueça de si mesmo e receberá a sua recompensa.

17 de set de 2012

Amor não correspondido. O que aprendi sobre


Sofrer por amor é a doença do século. Vira e mexe tem pessoas sofrendo por amor; e principalmente por amor não correspondido. Quem sofre mais com isso são as mulheres. Não sei por qual motivo. Talvez deve ser por que as mulheres tem maior capacidade de contar o que sentem. Mas homens também sofrem com isso, e eu conheço vários.

Amor não correspondido é realmente algo doloroso; ele machuca lá na alma. E o pior mesmo, é quando a pessoa se apega demais. Vou explicar como isso é algo realmente grave, pense comigo: você possui pernas, braços, corpo, olhos e etc; agora imagine como seria viver sem um deles. É horrível, não é mesmo? Para alguém que se apega demais, é mais ou menos isso: ela se torna tão necessitada da pessoa pela qual ela se apaixonou, que tudo se torna difícil. A vida dela realmente se torna amarga. E isso pode causar depressão e até suicídio.

8 de set de 2012

Descobri coisas que não queria descobrir


Eu descobri tanta coisa que eu não queria, e tenho dúvidas que eu não suporto. Mas se me perguntarem como eu estou, eu sempre digo que estou bem, porque é ainda mais difícil quando eu resolvo contar dos precipícios em que a vida me joga.

Devemos estar prontos para perder


Quando temos apego a alguém, acabamos abrindo mão de coisas que acreditamos. Mas a realidade é que, com o passar do tempo, aguentar alguma situação contrária a sua vontade em nome da amizade poderá acabar com o seu estado de espírito e tornará essa relação insustentável.

Diga o que pensa


Muitas vezes os amigos pisam na bola, mas nem sempre fazem isso por mal. Na maioria das vezes eles não sabem que estão nos incomodando com o que fazem. Quando as pessoas percebem que nossas ideias são firmes, fica a critério delas decidirem se aceitam sua amizade ou a perdem por conta própria.